editorapia.png

“Eu acredito que um autor sempre precisa de um editor. A relação entre essas duas personalidades é de confiança, escuta e muita reflexão. Cada ideia do autor ou cada projeto específico cria necessidades únicas. O editor é aquele parceiro que percorre esse caminho junto do escritor — e, às vezes, essa caminhada começa antes mesmo de existir o livro, quando ele ainda é uma ideia, um projeto. Acontecem muitas conversas sobre texto e design, sobre como o mercado editorial funciona, sobre os caminhos e as possibilidades disponíveis, sobre expectativas e sonhos. Refletindo sobre tudo isso, criei a editorapia. Peguei emprestada essa ideia de terapia, ou seja, de uma escuta especializada, em sessões que ocorrem quantas vezes o autor quiser e quando quiser,  e juntei com a ideia de um editor que possa refletir com o escritor sobre as necessidades daquele momento, em encontros que ocorrem para amadurecer ideias, pensar caminhos e cuidar da carreira literária dos autores.”
Tainã Bispo

objetivo

A ideia é desenhar caminhos; identificar travas, problemas e desafios; refletir sobre a trajetória a ser percorrida e provocar diálogos sobre as aberturas e possibilidades dentro dos desejos literários que o autor traz para a conversa.

 

o que é e como funciona a editorapia

  • Encontros de cerca de uma hora e meia que serão agendados conforme o escritor sentir necessidade;

  • É possível agendar uma editorapia para algum aconselhamento pontual ou tema específico ou fechar um pacote com quatro sessões de editorapia para desenhar um percurso mais aprofundado da carreira literária;

  • Falaremos sobre livros e leituras, sonhos, o que se deseja alcançar com o projeto em questão (ou qual projeto focar, quando existem várias ideias concomitantes), qual é a etapa em que o escritor se encontra e sobre quais caminhos existem para trilhar essa aventura;

  • Não é um serviço de agenciamento literário. Ou seja, eu não entrarei em contato com editoras para oferecer projetos. Entretanto, é possível sugerir e conversar sobre os perfis de agentes literários de acordo com o gênero literário do escritor;

  • A editorapia não é um serviço editorial, ou seja, não inclui leituras, pareceres, revisões e coordenação editorial de projetos;

  • Não é algo com metas e resultados preestabelecidos, muito menos acontece como uma receita de bolo. O caminho será feito pelo autor, no seu ritmo e dentro do próprio processo. 

icone_editorapia.png

para agendarmos uma conversa, é muito importante que você responda a algumas perguntas

Grata pelas respostas.Assim que possível, entro em contatopelo emailpara agendarmos uma conversa

editorapia_branca.png
editorapia_branca.png
editorapia_branca.png
editorapia_branca.png

A experiência de Tainã no mercado editorial está ajudando escritores que querem tirar a ideia de um livro do fundo da gaveta. Mais do que isso, ela está criando um novo modelo viável para o setor, com generosidade e muito talento. Minhas conversas com ela me deram autoconfiança e, mais importante, me ajudaram a não desistir de um sonho.

Juliana Mariz, jornalista